Archive for the ‘sonoro’ Category

# música do dia

02/12/2011

02 de Dezembro – Dia Nacional do Samba

No dia 02 de dezembro se comemora o Dia Nacional do Samba devido ao Ary Barroso e um vereador baiano. Ary Barros compôs o samba ‘Na Baixa do Sapateiro’, que tinha uma letra que exaltava a Bahia, sem nunca ter visitado nenhuma cidade baiana. Na primeira vez que ele pisou em Salvador, num dia 2 de dezembro, o vereador baiano Luís Monteiro da Costa aprovou uma lei que declarava que aquele dia seria o Dia Nacional do Samba, numa forma de homenagear o compositor. Mas convenhamos que dia de samba é todo dia né não?!

Anúncios

# música do dia

06/07/2011

Acho essa música muito foda. Em cima o clipe, embaixo uma versão de estúdio com High Priest, Mamelo Sound Sistem, Nação Zumbi, Guilherme (Hurtmold) e DJ Raedawn.

Mamelo Sound System

 

Zulu/Zumbi – Mamelo Sound System

A história se inicia num momento bem distante
do tempo atuante, num cenário em que elefantes
mamutes e mutantes, eram coadjuvantes
Mas pra ser preciso, preciso citar o exato instante:
foi na primeira vez que um africano tocou tambor
lançou o rítimo da batida ancestral
Que tal? Tamo ai até hoje o orador e mais
o produtor da percussão digital
Pois em algum ponto além do mar azul
entre o sul do Bronx e a África do Sul
foi forjada a fundação da Nação Zulu
Aqui nasceu, Nação Zumbi, maracatu
com manobras de b-boy original, não tem igual
além disso posso comentar com critério
na alfaia Jorge Du Peixe, Lucio Maia mixado
ao Mamelo, fala sério, Zumbi Zulu, Mistério.
Zumbi, Zulu, Zulu, Zumbi, Zumbi, Zulu
Zulu, Zumbi!

Achei meu OM, meu OM é o som, como spray ou crayon
é o que dá cor, é o que dá tom
Achei meu OM, meu OM é o som, OMMM…
Explosão sucita de verdade profunda, não afunda
e quando você cai em si, já tá mechendo a bunda
a mão já tá no céu, se libertando do breu
em contato de primeiro grau, com a essência do seu eu
É seu, todo rítimo que se torna íntimo
poesia extensão de mim que já não é minha
Música pra ouvir com amigas, música pra ouvir sozinha
música pra ouvir mil watts, e pra ouvir baixinha
Somos de tribos extintas, que se pintavam com tinta
batiam o pé no chão, a mão na outra mão
a mão no tambor, e seja como for…
Salve a verdadeira música de louvor!

A céu aberto e sem limites, só com o crayon
mais uma interação certeira já no bom tom
E o colado na emenda que nem deflon
todos os nervos atrelados a serviço do som
Motor movido a uma orquestra no ouvido
e nunca se surbina num sonido
umbilical mas sem enfeite no umbigo
lançado o sub-som no gosto pelo enfinito
Olhar bem alto a torre cheia de falantes
gritando até o amanhecer, fazendo o antes
tocando a voz no rec/play, no diamante
vejo fios e raizes la no horizonte
E o grave levantando o chão com num vôo razante
Mamelo e Nação Zumbi fazendo o levante:
Zum-zum-zum-zum-zum-zum-zum-zum-Zumbi-Zumbi

 

# música do dia

30/05/2011

“Hoje eu acordei com saudades do mundo…”

* Quinta-feira – 02 de junho – Ortinho e Tulipa Ruiz – Clube das Pás – Recife

Ortinho – myspace

Tulipa Ruiz – myspace / twitter  / blog

# música do dia

19/05/2011

A Banda Mais Bonita da Cidade – myspace/ twitter/ facebook / tumblr

# música do dia

28/04/2011

(cena do filme em que aparece a música)

Sou suspeita pra falar desse filme. Nem sei quantas vezes eu o vi e quantas ainda verei na vida. Assim como sua continuação, que é também maravilhosa. A trilha dos dois também é linda, e apesar de algumas músicas fofinhas e alegres que fazem parte da trilha do segundo, essa aí ganha meu coração disparado. Até já coloquei essa música aqui no blog, mas ela é tão boa que coloco de novo. Sem contar que toda vez que eu escuto lembro de uma amiga querida (a mesma magrela que me indicou a música original de “Oh meu amado, por que brigamos..”) e a gente a intitulou de “a música triste”. Toda vez, mas toda vez que eu escutava essa música eu chorava. Acho tudo muito forte nessa música, a melodia, a letra e principalmente a voz de despedida da cantora. Parece que ela desabafou anos de mágoas cantando essa música, mas nem por isso deixa de ser linda e eu a escuto milhões de vezes, sorrindo ou chorando.

(música completa)

# melhor que o original 2

26/04/2011

Um dia desses fiz um post sobre músicas que ficaram muito melhores em outras versões que nas versões originais. Hoje minha amiga Emili me mostrou a música original de uma versão que todos com certeza conhecem, mas não sei se todos sabem de onde ela veio. Será que alguém vai ficar surpreso como eu fiquei?! Ou só sou eu que tô por fora mesmo?

O vídeo é tão brega quanto a música!

E agora, a original….

# música do dia

11/04/2011

porque eu preciso dá uma animadinha nessa segunda-feira, porque o clipe é fofinho, porque a música é fofinha e porque eu sempre quis ter um cabelo ruivo (principalmente na época do Unplugged Shakira).

# música do dia

23/03/2011

Medo de se arrepender
Medo de deixar por fazer
Medo de se amargurar pelo que não se fez
Medo de perder a vez

Medo de fugir da raia na hora H
Medo de morrer na praia depois de beber o mar
Medo… que dá medo do medo que dá
Medo… que dá medo do medo que dá


ps: prefiro essa versão de Lenine com Pedro Guerra (os dois compositores, junto com Robney Assis) a de Julieta Venegas, que ficou famosinha devido ao acústico.

# música do dia

14/03/2011

que dueto é esse?

#música do dia

03/03/2011

tá como o diabo gosta, tá como o diabo quer  #carnaval